Se você ainda não pode ser o melhor, seja o mais persistente



É muito simples esse princípio, e ao mesmo tempo, muito transformador.


Pense de forma prática, sempre haverá alguém mais “...” que você. Mais rico, mais inteligente, mais bonito, mais preparado, mais forte, com mais conhecimento...


Nos negócios: maior, mais estruturado, com mais caixa, mais original, mais valioso, mais conhecido, com mais clientes...


Porém, a única coisa que fará com que você ou o seu negócio chegue ao nível desejado, independente da comparação ou da referência, será? A persistência!


A prática no dia a dia, as tentativas e erros, as melhorias nos processos, na forma de fazer, o empenho na busca do desenvolvimento daquilo que se está fazendo. Só isso fará com que você chegue ao próximo nível.


E esse princípio vai de encontro a uma frase muito clichê, mas ao mesmo tempo muito certeira: Seja a melhor versão de si mesmo(a). Já reparou como coisas clichês, são muito certeiras? Mas isso é papo para outro dia.


Mas essa frase “seja a melhor versão de si mesmo” ou “dê o seu melhor”, tem os mesmos princípios. Nos fazer ser mais persistentes na busca de nossos objetivos, nossas metas.


Sendo assim, ouso dizer que a única diferença entre o frustrado e o realizado, entre o negócio bem sucedido e o mal sucedido, é a “persistência”.


Quando passamos por uma crise, seja nos relacionamentos, financeira, na saúde, no mercado de trabalho, nos negócios, enfim, no mundo. O que vai fazer você superar essa crise, seja ela qual for, e se tornar melhor do que outras pessoas, outras empresas, será justamente o quê? A persistência!


A persistência nos dá o poder do aprendizado e da adaptação, da evolução naquilo que se busca. Daí o motivo que tantos falam: “é na crise que surgem as grandes oportunidades”, “mar calmo nunca fez bom marinheiro”. Olha aí novamente frases clichês.


Outro conceito importante! Persistência é muito diferente de teimosia, e sem dúvida, a diferença entre uma e outra é muito tênue.


Está bem, e como podemos identificar quando estamos sendo teimosos ou persistentes?


Muito simples, pergunte a si mesmo:


Isso que estou fazendo, insistindo em fazer, está me fazendo feliz?


Fico satisfeito com a evolução que estou tendo, mesmo que seja muito pequena?


É isso mesmo o que eu quero para minha vida, para mim?


Se a resposta for sim, pronto. Se você persistir fazendo, e buscar evoluir nisso, não será teimosia será persistência.


Persistência é algo sempre bom, que te trará benefícios. Teimosia é algo sempre ruim, que te trará desgaste, perda de tempo e insatisfação.


Olhando por estes prismas, não tem como errar.


Bom, espero que esse conteúdo tenha feito sentido para você, tenha esclarecido algumas dúvidas suas, ou, até mesmo, retirado algumas angústias da sua vida.


Não deixe de compartilhar esse conteúdo com alguém especial e que você sabe que fará diferença na vida dessa pessoa.


Até a próxima.

         (24) 2231-6724           (24) 99303-0710

  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

PRODUZIDO POR:

© 2020 AM7 - COMUNICAÇÃO & MARKETING